Como harmonizar bebidas com pratos no final do ano?

Como harmonizar bebidas com pratos no final do ano?


Tão importante quanto os pratos, as bebidas merecem atenção especial nas comemorações de final do ano. Afinal de contas, se mal servidas, elas podem estragar o sucesso daquela receita que levou horas para ficar pronta.

 

Na hora da harmonização, o equilíbrio é o mais importante. Você pode chegar a esse equilíbrio tanto pela semelhança (pratos e bebidas suaves, por exemplo) quanto pelo contraste. O principal de tudo isso é que as combinações valorizem os pratos da ceia. Para isso, lembre-se:

 

Cervejas mais leves, como Pilsen, por exemplo, combinam com petiscos em geral: queijo brie jovem, frituras e defumados. Podem ser ótimas para iniciar a noite com os aperitivos. Já as cervejas mais encorpadas tendem a se sobressair, apagando o sabor de pratos leves, então a dica é harmonizar com carnes vermelhas, por exemplo.

 

Os vinhos tintos mais jovens e frutados, combinam com peixes, frutos do mar, queijos suaves e secos. Já com vinhos doces, prefira consumir queijos azuis. Vinhos tintos maduros e estruturados acompanham melhor carnes acompanhadas de molhos densos e consistentes.

 

Vinhos brancos acompanham bem peixes do mar, como o bacalhau, quando secos e corpo médio. Frutos do mar  e peixes mais leves vão bem com os brancos leves secos, sem passagem por madeira. Peixes com molhos mais densos e encorpados, que utilizam creme de leite no preparo, pedem vinhos brancos secos e encorpados. Com carne de porco podemos utilizar um branco suave.

 

Os espumantes podem acompanhar toda a refeição, desde a entrada até a sobremesa. Mas cada tipo tem a sua peculiaridade. Por exemplo, o Brut harmoniza com aperitivos, canapés, salmão defumado, sushi, mariscos, framboesas e cerejas frescas, já o Demi-sec vai bem com sobremesas não muito doces.

+ Não há comentários

Adicionar seu comentário